Justiça impede Ufam de divulgar resultado do vestibular

Medida foi tomada por causa do elevado número de questões repetidas de provas anteriores

26 de fevereiro de 2008 | 09h55

Em decisão preliminar, a Fundação Universidade do Amazonas (FUA) foi impedida pela Justiça Federal de divulgar o resultado das provas do vestibular que foram realizadas nos dias 17 e 18 de fevereiro deste ano. A decisão da Justiça será mantida até apreciação do pedido da liminar proposta pelo Ministério Público Federal no Amazonas (MPF/AM). Segundo o juiz da 2ª Vara Federal Márcio Luiz Coelho de Freitas, num prazo de 72 horas contados a partir da intimação, a FUA terá de apresentar dados para subsidiar a apreciação do pedido de liminar, de acordo com informações divulgadas pelo site do Ministério Público Federal. O pedido do MPF/AM inclui a anulação dos referidos exames, o agendamento de novas datas no prazo de 15 dias e a dissolução da Comissão Permanente de Concursos (Comvest) da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), com o afastamento dos atuais membros, e a contratação de uma empresa idônea para realizar o vestibular da universidade ou a constituição de uma nova comissão.De acordo com o  procurador da República Rodrigo da Costa Lines, o pedido foi feito por causa do elevado número de questões repetidas de vestibulares anteriores na prova de conhecimentos gerais II e nas provas de inglês e espanhol.As questões de geografia, biologia, química e física - que fazem parte do exame de conhecimentos gerais II - são idênticas as dos processos seletivos contínuos (PSCs) realizados pela Ufam nos anos de 2003, 2004 e 2005. As provas de inglês e espanhol deste ano também são iguais as do verão 2007, tendo sido alterada apenas a ordem das alternativas.Em depoimento na sede do MPF/AM, o presidente da Comvest, Raimundo Braga, afirmou que, utilizando um banco de questões disponível na universidade, ele mesmo produziu toda a prova de conhecimentos gerais II. O exame, aplicado no dia 18 de fevereiro, é o mesmo que seria aplicado no dia 23 de dezembro. Anulação A pedido do MPF/AM, a Justiça Federal suspendeu no dia 20 de dezembro de 2007 o vestibular 2008. Os exames de conhecimentos gerais I e redação foram anulados pela Justiça no último dia 10 de janeiro. Os argumentos para tais medidas foram as irregularidades encontradas nas provas, registradas nas atas de ocorrência e relatadas pelos estudantes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.