Justiça Federal faz audiência com quatro testemunhas sobre vazamento do Enem

Vazamento da prova do ano passado foi relatado com exclusividade pelo 'Estado'; nos dias 22 e 23, serão ouvidas as testemunhas da defesa

Luciana Alvarez e Carolina Stanisci, O Estado de S.Paulo

02 Setembro 2010 | 19h04

O juiz da 10.ª Vara Federal Criminal de São Paulo Nino de Oliveira Toldo ouviu ontem mais quatro testemunhas no caso do vazamento da prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), no ano passado.

 

A audiência, que durou quatro horas, foi fechada ao público e não teve seu conteúdo divulgado, pois o processo tramita sob segredo de Justiça. No dia 18 de agosto haviam sido ouvidas quatro testemunhas de acusação.

 

O vazamento da prova foi revelado pelo Estado, em outubro de 2009, após dois homens tentarem vender o exame por R$ 500 mil. A reportagem avisou o MEC sobre o vazamento. O Enem, que ocorreria em outubro, acabou adiado para o mês de dezembro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.