GABRIELA BILO / ESTADAO
GABRIELA BILO / ESTADAO

Julieta recebe título de mestre pela USP aos 76 anos

Defesa de dissertação de aluna mais velha entre os 30 mil alunos de pós-graduação foi na manhã desta sexta; ela aguarda resultado de prova para doutorado

Paula Felix, O Estado de S. Paulo

30 Setembro 2016 | 19h42

SÃO PAULO - Julieta Widman, de 76 anos, recebeu o título de mestre pela Universidade de São Paulo (USP). A aluna mais velha entre os cerca de 30 mil alunos de pós-graduação da instituição fez a defesa de sua dissertação na manhã desta sexta-feira, 30, na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP. Ela aguarda, agora, o resultado da prova de seleção para o doutorado, realizada na última quinta-feira.

"Foi ótimo. Eu sou mestre. Todo mundo gostou e eu fiquei emocionada", diz estudante, que é psicanalista.

A apresentação começou às 9 horas e terminou por volta de 12h30. "Foi muito interessante, porque uma das professoras da banca é de Santa Catarina e acompanhou por Skype. Umas 20 ou 25 pessoas estavam lá."

Comemoração. Após receber os parabéns dos amigos que acompanharam a defesa da dissertação, Julieta comemorou o título de mestre com pouco mais de 15 pessoas que almoçaram em sua casa. " Ontem, fiz o exame para começar o doutorado, o resultado deve sair em 15 dias. E já vou começar."

Julieta não deixou de estudar durante o período em que atuou como psicanalista. Com a redução no número de consultas, passou a frequentar disciplinas na USP por meio do programa Universidade Aberta à Terceira Idade e, após conhecer a matéria de tradutologia, desenvolveu seu projeto de mestrado na área de Letras com foco no livro A Paixão Segundo G.H., de Clarice Lispector.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.