Jornal do Commercio não recebeu notificação judicial

Repórter mandou torpedo de celular informando tema da redação do Enem; MEC ameaçou tomar providências

Ângela Lacerda,

08 Novembro 2010 | 19h28

Advertido pelo Ministério da Educação (MEC), através do Twitter, de que seria alvo de uma ação judicial por ter cometido "ato ilícito ao atentar contra as regras do certame", nem o Jornal do Commercio Online,nem nenhum de seus repórteres havia sido notificado oficialmente pela justiça, até o final da tarde desta segunda-feira. Integrante do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação, o portal divulgou o tema da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) cerca de uma hora e 20 minutos depois de iniciada a prova, neste domingo.

 

A informação chegou à redação através de uma mensagem via celular (torpedo) digitada por um repórter da empresa que entrou para fazer a prova com o aparelho ligado sem enfrentar nenhuma dificuldade."Trabalho" informou o repórter. O uso de celular era proibido assim como relógio e lápis.

 

A editoria do portal se surpreendeu com a imediata e ampla repercussão da informação, feita "como uma forma de denunciar a fragilidade da segurança do Enem". "Não houve intenção de desacreditar o Enem nem de violar suas regras", afirmou o subeditor do JC Online, Gustavo Belarmino. Segundo ele, o repórter que repassou a informação não estava pautado para isso, mas percebeu a falha da fiscalização e decidiu postar o recado como uma prova. "O contato do repórter não estava previsto".

 

A editoria decidiu divulgar a informação depois de entender que não haveria prejuízo para os candidatos que estavam fazendo suas provas e - pelo menos em tese - estavam sem acesso a meios digitais. "Não houve vazamento do tema da redação, os candidatos já sabiam, estavam fazendo as provas", observou Belarmino.

 

O nome do repórter autor da mensagem via celular não foi revelado pela empresa porque a editoria assumiu a responsabilidade pela divulgação da informação na internet.

 

 

Mais conteúdo sobre:
commercio jornal notificação enem

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.