Instituto de Estudos Brasileiros da USP premiaria monografia não inédita

Tese já foi, inclusive, publicada na biblioteca digital da universidade

Cristiane Nascimento, especial para Estadão.edu,

06 Junho 2012 | 16h49

O 3° Prêmio Marta Rossetti Batista, organizado pelo Instituto de Estudos Brasileiros (IEB) da USP, premiaria na manhã desta quarta-feira, 6, a monografia Tentativas de enraizamento: arquitetura brasileira e formação nacional, de Francisco Sales Trajano Filho. A tese não é inédita e já foi publicada, inclusive, na biblioteca Digital USP.

Segundo o edital disponibilizado pela Agência de Notícias da universidade em 3 de janeiro de 2012, o prêmio, no valor de R$ 40 mil, destinava-se a melhor monografia inédita de História da Arte e Arquitetura, escrita em português, com enfoque no modernismo brasileiro.

Procurada, a assessoria do IEB declarou, em nota, que a cerimônia de premiação "foi anulada em decorrência da constatação de ambiguidade na interpretação do conceito de ineditismo".

A comissão organizadora do prêmio irá rever as cláusulas do edital e irá lançá-lo "em ocasião oportuna".

 

* atualizado às 17h24

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.