Reprodução
Reprodução

Inscrições para o Sisu começam nesta segunda-feira

Estudante pode concorrer a cerca de 55,7 mil vagas em 72 instituições em todo o País; prazo termina nesta quarta-feira

O Estado de S. Paulo

08 Junho 2015 | 03h00

SÃO PAULO - As inscrições para a edição de segundo semestre do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) começam nesta segunda-feira, 8. A plataforma digital do Ministério da Educação (MEC) reúne cerca de 55,7 mil vagas em 72 instituições públicas de ensino superior. O cadastro deve ser feito na página eletrônica do Sisu

Há cadeiras disponíveis em todos os Estados, com exceção do Amazonas e de Mato Grosso. O prazo para cadastro é até às 23h59 de quarta-feira, 10. A consulta de vagas também pode ser feita na página eletrônica do sistema ou por um aplicativo do MEC

Para concorrer às vagas, o candidato precisa ter feito a edição de 2014 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Também não pode ter zerado a redação do exame. 

Na hora da inscrição, o estudante deve escolher, por ordem de preferência, até duas opções entre as vagas ofertadas pelas instituições participantes do Sisu. Também deve definir se pretende concorrer às vagas de ampla concorrência ou àquelas reservadas, como determina a Lei de Cotas.

Durante o período de inscrição, uma vez por dia, o Sisu calcula a nota de corte, que é a menor nota para ficar entre os potencialmente selecionados para cada carreira, com base no número de vagas disponíveis e no total de inscritos naquele curso, por modalidade de concorrência. A nota é só uma referência: não se trata de garantia de que o aluno será selecionado. Até o final do período de inscrição, é possível mudar a opção de curso.

O resultado será divulgado no dia 15 de junho em uma única chamada, e a matrícula deve ser feita na instituição de ensino nos dias 19, 22 e 23 de junho. Quem não conseguiu uma vaga na chamada regular pode participar da lista de espera se inscrevendo na página do Sisu, na internet, entre 15 e 26 de junho.


Mais conteúdo sobre:
sisuenemvestibular

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.