Inscrições para o Sisu começam nesta segunda

Cadastro pode ser feito até quarta; Ministério da Educação garante que prazo menor do que nos outros anos não prejudicará processo

O Estado de S. Paulo

02 Junho 2014 | 09h42

Começam nesta segunda-feira, 2, as inscrições para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), do Ministério da Educação. O processo termina em 4 de junho. A inscrição no Sisu 2014/2, que é gratuita, permite acesso a universidades públicas para os participantes da última edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Só será permitida inscrição via internet. Os interessados devem ficar atentos por causa do prazo de inscrição. Neste ano, o período para fazer o cadastro no site será menor que no ano passado. Segundo o ministro Henrique Paim, o prazo menor, de três dias, não vai prejudicar o sistema virtual de inscrições. O ministro garantiu que já no segundo dia os alunos terão acesso às notas de corte para escolherem os cursos.

Calendário. O resultado da primeira chamada do Sisu será divulgado em 6 de junho e as matrículas ocorrerão de 9 a 13 de junho. A segunda chamada está prevista para 24 de junho, com matrículas entre 27 de junho e 2 de julho. Como o período coincide com alguns jogos da Copa do Mundo e em algumas cidades pode haver ponto facultativo, o ministro Paim admitiu que podem ocorrer alterações no calendário nessas cidades. Se isso ocorrer, o ministério divulgará as novas datas.

Oportunidade. O número de vagas na segunda edição de 2014 do Sisu cresceu 29% em comparação ao mesmo período do ano anterior e alcançou 51.412 cadeiras em 67 instituições. O número de cursos também teve aumento. Agora são 1.447, contra os 1.179 disponíveis em 2013. Henrique Paim destacou o acréscimo de 847 vagas em medicina e de 2.550 vagas nos cursos de engenharia. Pedagogia é o curso com maior oferta, com 1.386 vagas.

Neste semestre, 41% das vagas serão destinadas às cotas e 3% para outros tipos de ações afirmativas próprias das instituições. Na avaliação do ministro Paim, isso demonstra que as universidades estão se antecipando à lei aprovada em 2012, que prevê que metade das vagas deverá ser ofertada nessa modalidade.

Com informações da Agência Brasil

Mais conteúdo sobre:
sisuenemvestibularuniversidade

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.