Inscrições para o novo Enem começam nesta segunda-feira

Exame valerá para ingresso em 37 das 55 universidades federais; alunos de escolas públicas são isentos de taxa

Agência Brasil,

15 Junho 2009 | 08h06

Começam nesta segunda-feira, 15, as inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que em 2009 servirá como forma de ingresso para boa parte das universidades federais. O processo será feito exclusivamente pela internet até as 23h59 do dia 17 de julho.   O candidato deve preencher um cadastro disponível no site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela aplicação da prova. Uma confirmação será enviada ao e-mail do estudante.   Até agora, 37 das 55 universidades federais optaram por utilizar a nota do novo Enem em seus vestibulares de 2009. Desse total, 17 vão usar o exame como forma única de ingresso, seja para o preenchimento de parte ou do total de vagas oferecidas. Confira abaixo a lista das instituições que aderiram à proposta de vestibular unificado.   Alunos de escolas públicas estão isentos da taxa de inscrição. Já os que estudam na rede privada devem imprimir o boleto e pagar a taxa de R$ 35 em qualquer agência bancária.   Um "Manual do Inscrito" será enviado para a casa de cada um dos candidatos, pelos correios, junto com um cartão de confirmação com as informações sobre datas, horários e locais de prova. O material também inclui um questionário socioeconômico que deve ser preenchido pelo estudante e entregue no dia e local da realização do exame.   Além de passaporte para ingresso em universidades federais, a partir deste ano o Enem também valerá para certificar a conclusão do ensino médio. Para os alunos que estão fora da rede, o Enem substituirá o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja), cujo objetivo era avaliar as competências e habilidades básicas de jovens e adultos que não tiveram acesso ao ensino regular na idade adequada.   O Enem 2009 será aplicado em 1.619 municípios nos dias 3 e 4 de outubro, às 13h, com 180 questões de múltipla escolha. No sábado, primeiro dia de exame, as provas serão de ciências da natureza e humanas. No domingo, será a vez de avaliar o conhecimento dos estudantes em linguagens e códigos, matemática e redação. O Inep recomenda que o candidato chegue ao local de prova com uma hora de antecedência.   A divulgação dos resultados está prevista para a segunda quinzena de janeiro de 2010.     Universidades que utilizarão o Enem para ingresso em 2010:   Norte   Universidade Federal do Amazonas (Ufam): A nota do Enem será usada como fase única para preencher 50% das vagas.   Nordeste   Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf): Adota o Enem como fase única e para vagas remanescentes. Universidade Federal da Bahia (Ufba): Adota como fase única para os cursos da modalidade Bacharelado Interdisciplinar e o curso superior de tecnologia. Universidade Federal de Sergipe (UFS): Vai utilizar o novo Enem para preenchimento de vagas remanescentes. Universidade Federal do Maranhão (Ufma): Adota o Enem como fase única e para vagas remanescentes. Universidade Federal do Piauí (UFPI): Adota como fase única para 50% das vagas e para preencher vagas remanescentes. Universidade Federal de Pernambuco (UFPE): Adota o Enem como primeira fase. Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE): Adota o Enem em fase única e para preenchimento de vagas remanescentes. Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa): Adota o Enem em fase única e para o preenchimento de vagas remanescentes a partir de 2009. Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB): O novo Enem será utilizado como fase única para 70% das vagas ofertadas e na composição da nota do aluno para os 30% de vagas restantes. As vagas remanescentes também serão preenchidas pelo Enem. Universidade Federal de Campina Grande (UFCG): Utilizará o novo Enem para preenchimento de vagas remanescentes.   Centro-Oeste   Universidade Federal de Goiás (UFG): Já utiliza 20% da nota do Enem na primeira fase do vestibular. Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT): Já utiliza 20% da nota do Enem combinada ao resultado do vestibular tradicional. Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS): Adota o Enem como primeira fase e para o preenchimento de vagas remanescentes. Universidade Federal de Grande Dourados (UFGD): Adota o Enem apenas para o preenchimento de vagas remanescentes.   Sudeste   Universidade Federal do ABC (Ufabc): Adota o Enem como fase única e para o preenchimento de vagas remanescentes. Universidade Federal de São Paulo (Unifesp): Todos os cursos adotam o Enem pelo menos como primeira fase e para o preenchimento de vagas remanescentes. Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM): O Enem será utilizado como fase única para preencher 50% das vagas do processo seletivo, além das vagas remanescentes. Universidade Federal de Viçosa (UFV): O Enem vai compor 50% da nota do vestibular e será adotado como critério para preencher as vagas remanescentes. Universidade Federal Fluminense (UFF): O Enem será utilizado para compor parte da nota da primeira fase. A nota do exame também servirá como bônus de 10% a 15% para a nota da segunda fase de alunos das redes públicas. Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ): Adota como fase única e para o preenchimento das vagas remanescentes. Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes): Aprovou o uso do Enem como primeira fase. Universidade Federal de Alfenas (Unifal): Adota o Enem como fase única e para preencher vagas remanescentes. Universidade Federal de Itajubá (Unifei): Adota o Enem como primeira fase. Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF): O aluno poderá optar entre usar a nota do Enem na primeira fase ou fazer o vestibular tradicional. Universidade Federal de Lavras (Ufla): O Enem será utilizado como fase única. Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop): Já adota o Enem como 50% da nota da prova de Conhecimentos Gerais da primeira fase. Universidade Federal de São João Del Rei (UFSJ): De 10% a 25 % das vagas serão preenchidas pelo Enem, como fase única. O exame também será utlizado para preenchimento de vagas remanescentes. Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio): Adota o Enem como fase única e para preencher vagas remanescentes. Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ): Adota o Enem como primeira fase. Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM): Já utiliza o Enem para compor 20% da nota da primeira fase do vestibular.   Sul   Universidade Federal do Rio Grande (Furg): O Enem vai compor 50% da nota do vestibular. Também será utilizado para preenchimento de vagas remanescentes Universidade Federal de Pelotas (UFPel): Adota o Enem em fase única e para as vagas remanescentes. Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC): O Enem vai compor 20% da nota do candidato. O aluno poderá optar por utilizar ou não a nota do exame no processo seletivo. Universidade Federal do Paraná (UFPR): A nota do processo seletivo será composta pela combinação do resultado do Enem (10%) e do vestibular tradicional (90%). Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR): Adota o Enem em fase única. Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA): Adota o Enem como fase única e para o preenchimento de vagas remanescentes.   Universidades Novas (que aguardam aprovação pelo Congresso para entrar em funcionamento - todas adotam o exame como fase única):   Universidade Federal da Integração Latino-Americana (Unila) Universidade Federal da Integração Amazônica (Uniam) Universidade Luso Afro-Brasileira (Unilab) Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS)

Mais conteúdo sobre:
ENEMuniversidades

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.