SERGIO CASTRO/ESTADÃO
SERGIO CASTRO/ESTADÃO

Inscrições para o Fies são abertas; candidatos relatam problema para acessar sistema

Ministério da Educação afirma que irá ofertar 70 mil contratos para o primeiro semestre de 2020

Redação, O Estado de S.Paulo

04 de fevereiro de 2020 | 11h00

As inscrições para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e para o Programa de Financiamento Estudantil (P-Fies) para o primeiro semestre de 2020 começaram nesta quarta-feira, 5, e vão até o próximo dia 12. Candidatos já relatam problemas de instabilidade para acessar o sistema desde a abertura. A inscrição deve ser feita no portal do Fies, no endereço http://fies.mec.gov.br/.

De acordo com o Ministério da Educação (MEC), serão ofertados 70 mil contratos na primeira modalidade e para a segunda não há limite de vagas.

Com os erros que afetaram cerca de 6 mil alunos na correção do Enem deste ano, o Ministério Público Federal havia pedido o adiamento das inscrições do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), do ProUni e do Fies. Ainda assim, a lista de aprovados no Sisu foi divulgada no dia 28 de janeiro e o calendário relativo ao Fies não sofreu alterações. 

Abaixo, saiba mais sobre os dois programas e veja como se inscrever: 

Qual a diferença entre o Fies e o P-Fies?

Criado em 2001, o Fies é uma forma de o estudante financiar um curso superior da rede privada e com avaliação positiva no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes), por meio do MEC e com taxa zero de juros. Nesta modalidade, o aluno precisa ter renda familiar mensal bruta de até três salários mínimos por pessoa (R$3.117). 

Já no P-Fies, o contrato é feito entre a instituição de ensino, o estudante e o banco, que decide a taxa de juros (geralmente baixa) a ser cobrada. Para conseguir o financiamento, o aluno precisa ter renda familiar mensal bruta entre três e cinco salários mínimos por pessoa (R$5.195). 

Como eu me inscrevo para o Fies?

Os estudantes podem se inscrever para o Fies por meio do site oficial, onde devem seguir à sessão “Minha inscrição” e “Primeiro acesso”.

Qual a nota mínima de corte no Enem para o Fies?

Podem se inscrever para o Fies todos os alunos que fizeram Enem desde 2010 e obtiveram nota acima de 0 na redação e uma média aritmética igual ou superior a 450 pontos.

Quando sai o resultado do Fies?

O resultado de alunos selecionados para o Fies e para o P-Fies no primeiro semestre de 2020 será divulgado em 26 de fevereiro. Para o primeiro, haverá uma lista de espera; já o segundo terá apenas uma chamada única.

Quando eu começo a pagar o Fies?

O financiamento começa a ser pago somente no final do curso. Caso o estudante não tenha emprego ou renda formal ao graduar, serão cobradas apenas as parcelas referentes ao pagamento mínimo. Ao longo do ensino superior, o aluno paga só a parte da mensalidade que não é coberta pelo Fies. 

Quais cursos são cobertos pelo Fies?

Todos, mas os que estão na área de Saúde, Engenharia, Computação e Pedagogia são considerados prioritários e têm 60% das vagas.  

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.