Inscrições abertas para o Young Lions Brazil 2011

Organização começa a selecionar a delegação brasileira para o maior festival de criatividade do mundo de jovens talentos da comunicação

Felipe Mortara, Estadão.edu

06 Abril 2011 | 19h01

O Young Lions Brazil 2011, programa desenvolvido pela organização do Cannes Lions Festival Internacional de Criatividade, que permite a participação de jovens criativos no mais importante festival de publicidade do mundo, já foi lançado e está com inscrições abertas . Interessados com até 28 anos, e há pelo menos dois no mercado de trabalho, poderão entrar na disputa e se tornar integrantes da delegação brasileira que irá em junho para Cannes, no sul da França.

 

Emmanuel Publio Dias, diretor corporativo da ESPM e coordenador do projeto há 17 anos, explica que, além de saber falar inglês e nunca ter ido a Cannes, o jovem profissional precisa demonstrar que tem potencial, e que pode ir ao festival e voltar melhor. “Não escolhemos o portfólio, escolhemos o cara. São pessoas que se inscrevem e mostram o trabalho como uma amostra de seu potencial profissional”, conta. “É um projeto de educação profissional para jovens criativos”, resume.

 

Este ano, as inscrições de todas as categorias do Young Lions Brazil 2011, podem ser feitas através do novo site, que contém informações e as últimas notícias sobre o Programa. O interessado deve clicar na seção Inscrições, preencher o formulário e imprimir a ficha de inscrição que deverá ser anexada à pasta dos trabalhos a serem entregues para o julgamento.

 

Quase 270 jovens já foram enviados ao festival nos últimos 17 anos. Junto com o redator Daniel Xavier, Nathalia Resende, de 28 anos, foi integrante da delegação de 2010 e ganhadora da medalha de ouro da categoria Digital, competindo com outras 55 duplas. “Foi bem cedo para ter um reconhecimento profissional tão grande. Não senti nenhuma grande mudança depois, fora o premio em si. É um premio que você só pode ganhar até os 28 anos, e para sempre eu vou falar ‘fui young’”, relembra ela, que trabalha há três anos na Almap BBDO, como diretora de arte.

 

Publio Dias ressalta que há anos Cannes já não é mais um festival só de cinema ou de propaganda. “Não é mais um prêmio só de publicitários, qualquer pessoa que trabalhe em qualquer plataforma de comunicação é bem-vindo”, enfatiza.

 

Outra novidade para o Programa deste ano, é que todos os portfólios e cases inscritos poderão ser vistos no site do Young Lions Brazil 2011 se o participante preferir. As peças inscritas serão analisadas por um júri especial, a partir de critérios como: excelência do trabalho criativo, potencial do candidato para desenvolvimento e integração com o meio profissional.

 

Os interessados poderão se inscrever em mais de uma categoria, enviando para cada uma delas os documentos de inscrição, comprovantes de depósitos específicos para cada categoria, e portfólios/cases para o julgamento. Podem participar profissionais que trabalhem em departamentos de criação das agências de publicidade e de comunicação digital, planejadores, mídias, diretores de filmes publicitários e profissionais que trabalhem em empresas anunciantes.

 

Categorias do Young Lions:

AD/CW (Criação) - Destinada a Diretores de Arte e Redatores que trabalham na criação de agências de publicidade

Digital - Profissionais criativos da área digital de agências ou qualquer empresa de websites e mensagens publicitárias para internet

Planning – Jovens Planejadores de campanhas publicitárias de qualquer departamento ou área de trabalho de agências, veículos, clientes ou fornecedores.

Film- Diretores, Produtores e todos os profissionais que trabalham na produção de filmes publicitários

Contacts (Mídia) - Profissionais de Planejamento de veículos, plataformas de comunicação on e off-line, out of home, varejo ou qualquer outro ponto de contato com o consumidor

Young Clients – Profissionais da área de marketing que trabalham em empresas anunciantes, responsáveis pela coordenação de estratégias de comunicação.

Mais conteúdo sobre:
young lions publicidade

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.