Estadão
Estadão

Inscrições abertas para o 11º Curso Estadão de Jornalismo Econômico

Jovens jornalistas têm até 30 de julho para se candidatar; curso será realizado a distância, entre 13 de setembro e 10 de dezembro

Redação, O Estado de S.Paulo

01 de julho de 2021 | 17h14

Estão abertas as inscrições para o 11º Curso Estadão de Jornalismo Econômico, parceria do Estadão e da Agência Estado com a Escola de Economia da Fundação Getulio Vargas (FGV/EESP). As inscrições para o programa de capacitação gratuito, um dos mais tradicionais do País para a formação de jovens jornalistas em economia, vão de 1 até o dia 30 de julho

Podem participar da seleção alunos do último semestre de jornalismo ou jornalistas recém-formados (2019, 2020 e 2021/1).

Todo o processo seletivo será feito de modo virtual. As aulas estão previstas para ocorrer também no formato EAD, em período integral, de 13 de setembro a 10 de dezembro. A depender da evolução do calendário de vacinação para jovens e condições de segurança sanitária em relação ao novo coronavírus, algumas atividades poderão ser realizadas de forma semipresencial.

A turma será formada por 25 focas –  apelido dado a iniciantes na profissão – aprovados em seleção nacional e outros jovens jornalistas que trabalham no Grupo Estado. O programa inclui aulas teóricas de economia com professores da FGV, além de palestras e entrevistas coletivas com importantes nomes da economia e da política nacionais. O curso conta com o patrocínio do Mercado Pago.

A seleção

Na primeira etapa do processo, os candidatos preenchem um formulário online, com dados pessoais, currículo e justificativa de interesse no curso, além de sugerirem uma pauta em vídeo e texto. O formulário (https://bit.ly/focas11) está disponível no site www.estadao.com.br/focas, no perfil do Estadão no Linkedin (www.linkedin.com/company/estadao) e no  Vagas.com.br (https://www.vagas.com.br/v2230430). 

Os aprovados para a segunda fase participam de uma dinâmica de grupo por videochamada, ao fim da qual precisam escrever uma  reportagem econômica sob as orientações da coordenação do curso. Cerca de 75 candidatos serão convidados para essa segunda etapa, que ocorre entre 23 e 27 de agosto. 

Programação do curso

Como projeto de fim de curso, os Focas produzem um especial multimídia, com tema proposto pela própria turma. O guia de diversidade corporativa  Mais Diverso, feito pela turma do ano passado, reúne textos, vídeos e conteúdo para redes sociais voltados a gestores e colaboradores nos temas Diversidade e Inclusão (D&I) e ESG.  Para saber mais, acesse www.estadao.com.br/focas e a página dos Focas no Facebook (CursosEstadoDeJornalismo).

Com a palavra, os ex-focas

“O Foca Econômico de 2020 era a minha última chance (estava prestes a completar dois anos de formada) e, mesmo conhecendo pouco de economia, tentei e passei. Foram os meses mais intensos da minha vida. As aulas da FGV foram fantásticas. Além disso, tivemos as palestras e atividades propostas pela coordenação onde não apenas aprendemos sobre o fazer jornalístico como pudemos testá-lo.”

Bruna Emy Camargo - repórter na Agência Estado


“Economia parece um tema complexo e distante para quem é de fora. Era meu caso até entrar no Curso. Em poucos meses, aprendi o conteúdo teórico essencial para entender esse noticiário, com as aulas da FGV, mas também como efetuar a cobertura na prática. É um divisor de águas na carreira e uma oportunidade única para quem deseja abrir portas nas principais redações do País.”

Guilherme Bianchini - repórter do Broadcast


“O curso de focas em jornalismo econômico é incrível, nos proporciona experiências muito bacanas, nos coloca de frente para autoridades, pessoas de relevância do mercado e grandes nomes do jornalismo. As aulas cobrem os principais assuntos que a gente tem de entender minimamente para não ficar perdido na cobertura econômica (alô, Ebitda! rs). E fazer o projeto especial de conclusão de curso é uma baita experiência!”

Sandy Oliveira - repórter do Broadcast Agro


“Além de aprender todos os fundamentos da economia em um curso excepcional, no Focas tive a oportunidade de viver, na prática, a dinâmica de uma grande redação e da cobertura em tempo real. Pude entrevistar grandes nomes, trocar experiências com jornalistas de todo o Brasil e também do exterior, além de estudar inovação com um projeto jornalístico criado do zero.”

Victoria Netto - repórter da Agência Estado

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.