Amanda Perobelli/Estadão
Amanda Perobelli/Estadão

Inscrição no Sisu 2020 começa nesta terça-feira; veja como se candidatar

Pela primeira vez, o Sisu vai ofertar vagas na modalidade a distância (EAD); data limite para inscrição é esta sexta-feira, 10

Redação, O Estado de S.Paulo

07 de julho de 2020 | 05h00

Os candidatos que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2019 e não zeraram a redação podem se inscrever a partir desta terça-feira, 7, no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) 2020 caso tenham interesse em concorrer a uma vaga em instituições públicas de ensino superior. A data limite é esta sexta-feira, 10. Pela primeira vez, o Sisu vai ofertar vagas na modalidade a distância (EAD).

Inicialmente, o edital previa que as inscrições acontecessem entre de 16 a 19 de junho, mas a data de inscrição no Sisu 2020 foi prorrogada pelo ex-ministro da Educação Abraham Weintraub. O próprio exame deste ano foi adiado - e deve acontecer somente no ano que vem -após pressões de pessoas e instituições ligadas à educação. 

Veja abaixo o cronograma e o passo a passo da inscrição. 

Cronograma do Sisu 2020

  • 7 a 10 de julho: inscrições
  • 14 de julho: resultado da chamada regular
  • 14 a 21 de julho: prazo para entrar na lista de espera
  • 16 a 21 de julho: matrícula da chamada regular
  • 24 de julho: chamada da lista de espera

Como se inscrever no Sisu 2020

  1. Primeiramente, o candidato deve se cadastrar no Login Único do governo. Se não tiver o login, clique aqui para começar. É gratuito. Confira se os dados de contato estão corretos, é por meio deles que você será informado do resultado.
  2. Uma vez que já estiver com o seu Login Único, escolha sua primeira opção de curso e universidade. Leia atentamente a descrição da vaga e, uma vez decidido, clique na opção "Escolher esta modalidade". A mesma operação serve para escolher a segunda opção de curso. 
  3. Confira se escolheu os cursos corretos e, então, clique em “Confirmar minha inscrição”.

Ações afirmativas

Todas as instituições de ensino federais poderão ter vagas reservadas para quem se formou em escola pública, incluindo colégios militares, e para alunos autodeclarados pretos, pardos e indígenas e por pessoas com deficiência. 

O candidato que optar por uma determinada modalidade de concorrência estará concorrendo apenas com os candidatos que tenham feito a mesma opção. Ou seja, quem optar por uma vaga de ampla concorrência concorrerá com pessoas que escolheram a mesma modalidade; logo, quem optar pela Lei de Cotas vai concorrer com seus pares também

Lista de espera

O candidato que não foi chamado na lista regular - ou seja, não foi selecionado para nenhum dos dois cursos para o qual se aplicou - pode manifestar interesse para ficar na lista de espera. 

Basta acessar o sistema durante o período especificado no cronograma para a manifestação de interesse (a partir do dia 14 de julho) e, no seu boletim, clicar no botão que corresponde à confirmação de interesse em participar da lista de espera. Confira se o sistema emitiu uma mensagem de confirmação. 

Como consultar os cursos

É possível ver quais vagas estão disponíveis procurando por três categorias: município, universidades e área de curso. São mais de 50 mil vagas. Consulte neste link

Receba no seu email as principais notícias do dia sobre o coronavírus

Para Entender

Coronavírus: veja o que já se sabe sobre a doença

Doença está deixando vítimas na Ásia e já foi diagnosticada em outros continentes; Organização Mundial da Saúde está em alerta para evitar epidemia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.