Inglaterra impõe alimentos saudáveis na dieta escolar

Os estudantes ingleses terão sua dietaescolar de hambúrgueres e salsichas substituída por outra muito maissaudável baseada em frutas, vegetais e peixe. As autoridades, dispostas a combater a crescente obesidade nasnovas gerações, proibiram as máquinas que vendem doces, batatasfritas e refrigerantes. Essas novas normas alimentares foram impostas pelo governo depoisque o famoso chef Jamie Oliver lançou um alerta sobre a má qualidadeda oferta alimentar nos colégios do país. As escolas deverão incluir no menu diário frutas e hortaliças e,pelo menos uma vez a cada três semanas, algum peixe rico em gordurasômega-3. Em vez de doces e refrigerantes, os alunos consumirão pão e águafresca, evitarão o sal e terão o ketchup e a maionese limitados. Os colégios foram proibidos de incluir no menu mais de duasporções de alimentos fritos por semana e as batatas fritas serãosubstituídas pelas amêndoas e outros frutos secos sem sal. O governo britânico está preocupado com o aumento de até 30% donúmero de crianças com sobrepeso no grupo de idade compreendidoentre 2 e 15 anos. As medidas adotadas na Inglaterra podem se estender a Gales eEscócia, cujas autoridades também estão preocupadas com a crescenteobesidade e seu impacto futuro na incidência das doençascardiovasculares e o câncer.

Agencia Estado,

04 de setembro de 2006 | 15h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.