HUs pedem mais tempo para fazer concursos

O grupo de trabalho que discute a situação dos hospitais universitários brasileiros pediu ao Tribunal de Contas a União (TCU) a ampliação do prazo para realizar concursos públicos e renovar os quadros de funcionários. O TCU deu até 31 de julho para o início da regularização de milhares de funcionários de HUs, contratados de forma considerada irregular, e ainda não decidiu sobre um novo prazo.A situação trabalhista é apenas uma parte da grave crise nos HUs, que acumulam dívida de R$ 350 milhões. Para Arquimedes Diógines Ciloni, reitor da Universidade Federal de Uberlândia (MG) e coordenador do grupo de trabalho, a solução para a dívida seria uma linha de crédito oficial para as universidades, com juros abaixo do mercado e longo prazo.Ciloni, junto com o secretário de Ensino Superior do Ministério da Educação, Nelson Maculan, e a presidente da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), Ana Lúcia Gazolla, explicaram a situação ao presidente do TCU, ministro Valmir Campelo, solicitando ampliação do prazo para os concursos.Segundo a Agência Brasil, atualmente o Programa Interministerial de Apoio à Manutenção dos Hospitais Universitários, sob responsabilidade dos ministérios da Saúde e da Educação, tem a obrigação de destinar R$ 100 milhões anuais para o "custeio" das instituições. Deste montante, cada ministério seria responsável pela quantia de R$ 50 milhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.