História do Brasil Colônia está na internet

Pesquisadores de todo o mundo poderão acessar, a partir de quarta-feira, pela internet, quase 3 milhões de páginas manuscritas de 340 mil documentos dos séculos 16 a 19 do acervo do Arquivo Histórico Ultramarino de Lisboa (AHU). Por enquanto, o banco de dados funcionará experimentalmente. Pode ser visitado nos endereços: www.resgate.unb.br e www.cmd.unb.br. É o maior acervo digital de documentação histórica disponível na rede no Brasil.Segundo a Universidade de Brasília (UnB), o acervo histórico do AHU é utilizado por pesquisadores brasileiros e constitui uma síntese da história nacional. Na documentação estão todos os registros a respeito das 18 capitanias da América Portuguesa e documentos importantes para partes da América Latina, sobretudo a região do Mercosul.Também podem ser encontrados temas relacionados a questões que envolvem a família, a mulher, a sexualidade, a cultura e a vida cotidiana entre os anos de 1500 e 1900. Na página da internet, os pesquisadores poderão ver os documentos em formato original ou ampliado. Todos em português.

Agencia Estado,

18 de maio de 2004 | 05h24

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.