Harvard volta ao topo na lista das universidades dos EUA

Princeton cai para o segundo lugar, terminando oito anos consecutivos de, pelo menos, dividir o primeiro lugar

AP

22 de agosto de 2008 | 14h41

A Universidade de Harvard é a mais antiga, a mais rica e a mais seletiva dos Estados Unidos. E ela agora volta ao topo do ranking de universidades da U.S. News & World Report, voltando ao lugar onde esteve por 12 anos consecutivos.  Veja também:Forbes lança seu primeiro ranking de universidades Princeton cai para o segundo lugar, terminando oito anos consecutivos de, pelo menos, dividir o primeiro lugar. A última edição chega às bancas na segunda-feira, 25, mas o ranking já será publicado no site da revista nesta sexta-feira, 22. Yale segue em terceiro lugar, e o MIT e Stanford se juntam no quarto. A Universidade da Califórnia, Berkeley, é a universidade pública mais alta do ranking, em 21° lugar. Em uma lista separada de escolas de artes liberais, Amherst sobre uma posição, empatando com Williams, abaixo somente de Massachusetts, que fica com o primeiro lugar.  Em um comunicado, o porta-voz de Harvard disse que "é sempre bom ser reconhecido dessa maneira. No entanto, nossos funcionários sempre explicam aos alunos que eles devem escolher a universidade que melhor se adapte às suas necessidades, não por sua posição em um ranking." A fórmula do ranking leva em consideração fatores como as provas de admissão, reputação, seletividade e ex-alunos.  Veja lista das dez melhores universidades norte-americanas (em parênteses, a posição alcançada no ranking do ano passado): 1. Universidade de Harvard (2)2. Universidade de Princeton (1)3. Universidade de Yale (3)4. Massachusetts Institute of Technology (MIT) (7)4. Universidade de Stanford (4)6. California Institute of Technology (5)6. Universidade da Pennsylvania (5)8. Universidade de Columbia (9)8. Universidade de Duke (8)8. Universidade de Chicago (9)

Tudo o que sabemos sobre:
educaçãoEUAuniversidades

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.