Gushiken quer que universidades ajudem o governo

O ministro-chefe da Secretaria de Comunicação deGoverno e Gestão Estratégica, Luiz Gushiken, quer que a universidade seja parceira do Executivo noprojeto de desenvolvimento do País, ao lado dos empresários. Gushiken deseja que ?o conhecimentoque brota nas universidades se traduza em geração de riqueza, mais empregos e desenvolvimentoregional?.Em visita à sede da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de EnsinoSuperior (Andifes), Gushiken pediu participação das universidades no Núcleo de AssuntosEstratégicos (NEA). ?O NAE é baseado no tripé: governo, comunidade científica e empresários?,afirmou.Este núcleo, comandando por Gushiken, visa abastecer o presidente Luiz Inácio Lula da Silva de informações qualificadas sobre tecnologias que possam transformar o Brasil em produtor de riqueza. Segundo o ministro, o grupo fará prospecções, por exemplo, nas áreas de biotecnologia, transgênicos e química fina.A presidente da Andifes, reitora Wrana Panizzi, afirma que as universidades têm produzidoconhecimento de alto nível e contribuído para melhorar a balança de pagamento do País. ?Nós nãosomos gastos, os recursos aplicados nas universidades representam investimentos?.

Agencia Estado,

05 de setembro de 2003 | 22h40

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.