Greve de professores tem protestos em Sorocaba e Bauru

Os docentes estão em greve desde o dia 16 de março, reivindicando reajuste de salário de 75,3% e melhoria na qualidade de ensino

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

09 Abril 2015 | 14h37

SOROCABA - Alunos de seis escolas estaduais saíram em passeata pelas ruas de Sorocaba, nesta quinta-feira, 9, em apoio à greve dos professores da rede estadual de ensino. Cerca de 180 estudantes, segundo a Polícia Militar, chegaram a bloquear a saída de ônibus no terminal Santo Antônio, o maior da cidade. 

Integrantes da Guarda Civil Municipal negociaram a reabertura do terminal. As principais ruas do centro ficaram congestionadas durante a marcha. Os professores estão em greve desde o dia 16 de março, reivindicando reajuste de salário de 75,3% e melhoria na qualidade de ensino.

Em Bauru, noroeste do Estado, professores e alunos fizeram um protesto, bloqueando por uma hora a rua Campos Sales, em frente ao prédio da Secretaria da Educação do Estado. De acordo com a PM, a manifestação reuniu cerca de 120 pessoas, entre alunos e professores. De acordo com o Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado (Apeoesp), a mobilização denunciava à sociedade a falta de diálogo do governo estadual com o magistério. 

A Secretaria informou que em quatro anos os professores receberam 45% de aumento e, em abril, 10,5% para os aprovados em prova de mérito. Segundo a Secretaria, nas duas cidades as aulas estão normais.

Mais conteúdo sobre:
Educação Sorocaba Bauru

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.