Greve das federais obriga MEC a mudar calendário do Sisu

Ministério não diz oficialmente que o motivo da alteração foi o movimento grevista

Paulo Saldaña, de O Estado de S. Paulo,

22 Junho 2012 | 17h32

A greve das instituições federais de ensino obrigou o Ministério da Educação (MEC) a mudar o calendário do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do meio do ano. O prazo de matrícula foi estendido em sete dias e vai, agora, de 29 de junho a 9 de julho.

 

Em nota, o MEC afirma que a a medida é preventiva. “Esta é mais uma precaução do ministério para permitir que todos os estudantes aprovados no Sisu possam fazer sua matrícula sem nenhum problema”, diz, na nota, o secretário de educação superior da pasta, Amaro Lins. Apesar do motivo ser a greve, o texto não cita o movimento diretamente.

 

Mais de 50 instituições já estão em greve há mais de 35 dias. Mas o que colocou o processo de matrícula em risco é a adesão, no dia 11, dos servidores técnicos à paralisação. São eles os responsáveis pelas matrículas, que devem ser presenciais nas instituições para as quais o aluno foi aprovado.

 

Na última segunda-feira, o Estadão.edu mostrou que, das vagas 30.548 vagas oferecidas nesse processo, 75% estão em instituições em greve. Não há novo balanço da paralisação após os institutos federais também entrarem no movimento de forma mais efetiva.

 

O Ministério do Planejamento está a cargo de apresentar a proposta do governo para o novo plano de carreira dos profissionais, a principal reivindicação do movimento grevista. Havia uma reunião marcada para a última terça-feira, entre o ministério e os sindicatos. Mas a pasta desmarcou e até agora não anunciou uma nova data para o encontro.

 

As inscrições do Sisu terminam nesta sexta-feira, 22, às 23h59. O resultado da primeira chamada será divulgado, com a alteração no calendário, na segunda-feira, 25. O resultado da segunda chamada será divulgado no dia 13 de julho  e as matrículas poderão ser efetuadas nos dias 17 e  18 de julho.

 

Estudantes não aprovados nas duas primeiras chamadas poderão declarar interesse na lista de espera entre 13 e 19 de julho. A convocação dos candidatos em lista de espera será realizada pelas instituições a partir do dia 24 de julho.

Mais conteúdo sobre:
Greve MEC Sisu

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.