Gravidez entre adolescentes diminui em São Paulo

São Paulo é o Estado onde os índices de gravidez na adolescência mais diminuíram nos últimos anos. Segundo a Secretaria de Estado da Saúde, houve uma redução de 21,4% nos casos de gravidez entre adolescentes de 10 a 19 anos, entre 1998 e 2002. Em 1998 foram registrados 148.018 casos, contra 116.368 em 2002.?Quase no Brasil inteiro este número aumentou, aqui revertemos a situação?, diz Albertina Duarte Takiuti, coordenadora do Programa Saúde do Adolescente. Estes resultados só foram alcançados depois que o Programa Saúde do Adolescente mudou a estratégia no combate à gravidez na adolescência.MedoEm 1996, os agentes constataram que 90% dos jovens entre 12 e 24 anos conheciam algum método anticoncepcional e, mesmo assim, engravidavam. Os meninos têm medo de que a camisinha interfira no desempenho sexual. Já as meninas, temem perder o parceiro ao falar sobre o assunto.?Só abordar o método não adianta. O importante são as emoções e os sentimentos num relacionamento?, diz Albertina.Um dos meios para combater este problema foi a criação da Casa do Adolescente, que organiza oficinas com atividades artísticas, literárias e cursos de idiomas, além de ter um atendimento multiprofissional, como médicos, psicólogos e enfermeiros. E posteriormente, o Disk Adolescente, que esclarece dúvidas gratuitamente pelo telefone (11) 3819-2022. Em média este serviço recebe 600 ligações por dia, sendo 85% de mulheres.Namoro e abandonoDe acordo com Albertina, a questão mais freqüente é sobre o namoro e o abandono. Isso explica porque 32% das meninas dizem ter engravidado para não ficarem sós. ?Quanto maior a solidão, mais vulnerável fica o jovem?, enfatiza Albertina. Assim, os que têm uma boa vida social e o nível educacional elevado engravidam menos.A coordenadora do Programa Saúde do Adolescente dá a dica: ?A gravidez é um projeto de vida para muitos jovens, mas não pode ser o único. Por isso, a importância do dialogo num relacionamento.?

Agencia Estado,

01 de julho de 2003 | 16h32

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.