Governo recorre em processo sobre jornada de professores

Secretaria quer tirar uma aula das 40 horas de trabalho dos docentes

Estadão.edu,

01 Fevereiro 2012 | 19h44

SÃO PAULO - O governo de São Paulo apresentou recurso contra a decisão judicial de tirar sete aulas da jornada de 40 horas dos professores da rede estadual. A sentença da 3.ª Vara da Fazenda Pública saiu ontem e atendeu à proposta da Apeoesp (sindicato dos docentes).

 

Para atender à Lei do Piso, que determina que 33% da jornada seja fora da sala de aula, a Secretaria Estadual de Educação havia tirado uma aula dos docentes.

 

Segundo a pasta, até que haja pronunciamento do Judiciário quanto ao recurso, estão mantidas as aulas já atribuídas e as atividades escolares em toda a rede estadual de ensino, cujo ano letivo teve início nesta quarta-feira, 1.º de fevereiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.