Governo estuda ajuda à PUC-SP, diz ministro da Educação

O ministro interino da Educação, Jairo Jorge, disse que o governo federal estuda algum tipo de ajuda para solucionar a crise financeira da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). "Há um pedido do presidente (Luiz Inácio Lula da Silva) para que se avalie o assunto", informou, em Canoas, na região metropolitana de Porto Alegre, onde entregou um aparelho DVD à Escola Carlos Chagas, como parte do Projeto DVD Escola, anunciado no dia 20 do mês passado.Apesar de revelar preocupação com a PUC-SP, Jairo Jorge admitiu que o ministério "não tem clareza" ainda do que poderá fazer, limitando-se a dizer que todas as possibilidades serão estudadas.O ministro também disse que não chegou a receber um pedido formal de ajuda do arcebispo de São Paulo, d. Cláudio Hummes. Ao saber que a coluna do jornalista Ancelmo Gois, publicada no jornal "O Globo", informou que o cardeal teria ligado ao presidente Lula, Jairo Jorge demonstrou receptividade. "Uma manifestação de d. Cláudio sempre deve ser levada em conta", afirmou.Em sua viagem ao Rio Grande do Sul, o ministro também visitou uma Unidade Descentralizada de Ensino em Sapucaia do Sul e o campus da Faculdade Porto-Alegrense (Fapa), na capital gaúcha. Amanhã, Jairo Jorge vai a Bento Gonçalves ouvir a reivindicação da criação de uma universidade tecnológica no município serrano.

Agencia Estado,

02 de março de 2006 | 19h25

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.