Governo enviará ao Congresso projeto salarial para professor

O governo deverá encaminhar ao Congresso Nacional, até o final deste mês, projeto de lei que prevê piso salarial nacional para os professores dos ensinos fundamental e médio, de acordo com o ministro da Educação, Fernando Haddad. O ministro participou nesta segunda-feira, 19, do programa Café com o Presidente, o programa semanal Luiz Inácio Lula da Silva.Para Haddad, a criação de um piso salarial ajudará a melhorar a formação dos educadores. ?Nós temos hoje 50% dos nossos professores ganhando menos de R$ 800 por mês, por uma jornada de 40 horas?, afirmou no programa.Sobre a valorização dos docentes, o presidente Lula disse que já havia debatido com o ministro esse assunto, que classificou como preocupação. ?Nós temos que ajudar os professores brasileiros a se reciclarem. Com o piso dos professores, a gente, certamente, vai melhorar o nível e a vontade deles de participar?. A fixação de um piso salarial para o magistério é uma das propostas do Plano de Desenvolvimento da Educação, elaborado pelo governo federal com o objetivo de melhorar a qualidade do ensino básico.Na semana passada, o plano foi apresentado a diversos educadores do país e, segundo o presidente, foi bem recebido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.