DANIEL TEIXEIRA/ESTADAO
DANIEL TEIXEIRA/ESTADAO

Governo de SP aprova contratação de 1.878 diretores de escola

Seleção não ocorre desde 2007; Secretaria também aprovou nesta semana a contratação temporária de 3.061 servidores

André Magnabosco, O Estado de S. Paulo

29 Abril 2016 | 17h31

SÃO PAULO - A Secretaria de Educação do Estado de São Paulo anunciou nesta sexta-feira, 29, que será realizado novo concurso para a contratação de 1.878 diretores de escola no Estado. Desde 2007, o governo paulista não promove seleções de diretores para as 5.147 escolas estaduais.

Muitas dessas unidades são coordenadas atualmente por diretores designados, que não passaram por concurso. A nova seleção foi autorizada nesta sexta pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB). Além dos diretores, o governo de São Paulo também aprovou nesta semana a contratação temporária de 3.061 servidores, entre professores, agentes de organização e de serviços escolares.

Serão selecionados, nas próximas semanas, 2 mil professores e 1.061 agentes. A Secretaria prevê a utilização de 1.500 profissionais de educação básica II para o atendimento de alunos dos anos finais do ensino fundamental e das três séries do ensino médio. Outros 500 professores de educação básica I lecionarão para alunos dos anos iniciais.

No quadro de apoio escolar, serão contratados temporariamente 990 agentes de organização escolar e 71 agentes de serviços em diversas regiões do Estado. "A previsão é que esses funcionários reforcem as equipes das unidades de ensino em atividades como o controle dos estudantes nas dependências das escolas, manutenção da disciplina geral e organização de atividades", explicou em nota a Secretaria da Educação. 

 

Mais conteúdo sobre:
SÃO PAULO Geraldo Alckmin PSDB

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.