Governo começará a pagar bolsa-permanência do ProUni

Mais de dois mil estudantes do Programa Universidade para Todos (ProUni) começarão a receber na primeira semana de março, retroativo a fevereiro, a bolsa-permanência de R$ 300,00, informa o Ministério da Educação. A relação dos 2.148 beneficiários está na página eletrônica do ProUni. Para consultar a lista, o aluno precisa informar o número do seu CPF ou o registro no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).De acordo com o coordenador do ProUni, Celso Ribeiro, citado pelo MEC, tem direito à bolsa-permanência todo o estudante do programa que faz uma graduação presencial com seis ou mais semestres de duração, e carga superior a seis horas diárias. Em 2007, o Ministério da Educação reservou em seu orçamento cerca de R$ 10 milhões para pagar a bolsa. O aluno recebe 12 bolsas por ano e se tiver aproveitamento de, no mínimo, 75% em todas as disciplinas do curso, combinado com freqüência de 75%, terá o benefício durante todo o curso. As instituições de ensino superior que recebem alunos do ProUni são obrigadas a informar ao MEC, ao final de cada semestre, o aproveitamento e a freqüência de cada beneficiário. O estudante que ganhou a bolsa-permanência em 2007 deve abrir uma conta corrente, individual, na Caixa Econômica Federal ou no Banco do Brasil, informar o número da conta na instituição onde estuda e assinar um termo de concessão. O MEC faz o depósito sempre na primeira semana de cada mês.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.