Governo ameaça fechar escolas no Reino Unido

Para melhorar qualidade da educação, programa do governo fechará escolas que não melhorem resultados

Ansa

10 de junho de 2008 | 16h40

O governo britânico ameaçou nesta terça-feira, 10, fechar escolas na Inglaterra se a qualidade da educação oferecida não melhorar. As autoridades estão de olho em cerca de 638 escolas do país, nas quais menos 30% dos alunos obtiveram boas qualificações. Das 638 escolas em alerta, 27 ficam em Birmingham, 33 em Ken e 13 em Manchester. O ministro da Educação britânico, Ed Balls, confirmou que através de um projeto, cuja verba é de cerca de US$800 milhões, se tentará elevar o nível acadêmico das escolas e também serão criadas cerca de 70 novas academias. Segundo o programa, intitulado "Desafio Nacional", todas as escolas secundárias da Inglaterra deverão melhorar seus patamares educacionais e o resultado dos próximos exames em três anos ou serão fechadas definitivamente.

Tudo o que sabemos sobre:
educaçãoReino Unido

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.