Governo abriu crédito extraordinário para a concessão de Fies no valor de R$ 1,6 bilhão

Medida provisória foi publicada no 'Diário Oficial' desta terça-feira

Estadão.edu,

13 Novembro 2012 | 10h43

Uma medida provisória assinada pela presidente Dilma Rousseff vai repassar R$ 1.683.716.400,00 ao Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). De acordo com o documento, publicado na edição desta terça-feira, 13, no Diário Oficial da União, o dinheiro será destinado à concessão de contratos de crédito para o pagamento de mensalidades em cursos de ensino superior.

O Fies é o programa do MEC para financiar a graduação no ensino privado. Os alunos devem atender a uma série de requisitos para entrarem no programa e terem as mensalidades pagas parcial ou totalmente pelo governo.

Em 2010, o programa foi reformulado para atender estudantes de renda mais baixa, mas que não se encaixavam em outros programas do governo de acesso ao ensino superior, como o Programa Universidade para Todos (Prouni), que concede bolsas de graduação a alunos com renda per capita familiar máxima de três salários mínimos.

Como a redução dos juros foi de 9% para 3,4% no Fies, o número de contratos disparou. Em 2009, eram apenas 32 mil contratos. Depois da reformulação da linha, 75 mil contratos foram fechados em 2010 e 154 mil em 2011. Neste ano foram 331 mil até o fim de setembro e a expectativa é de que 400 mil contratos seja firmados até o fim do ano.

Mais conteúdo sobre:
fies financiamento crédito

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.