Governador do PR desconta dia de professores

O governador do Paraná, Roberto Requião (PMDB), determinou o desconto do dia e o cancelamento do descanso semanal remunerado dos professores estaduais que aderiram à paralisação desta terça-feira. Professores suspenderam as aulas em vários municípios para protestar contra o veto do governador que derrubou o reajuste médio de 33% retroativo a fevereiro.O reajuste, resultado do plano de cargos e salários aprovado pela Assembléia Legislativa, deverá ser pago em maio. O governo justifica que iria ferir a Lei de Responsabilidade Fiscal, caso o reajuste valesse desde fevereiro.No sábado, os professores têm assembléia e devem votar proposta de greve. Os professores já ameaçavam greve no início do ano, mas a proposta foi suspensa em razão da aprovação do plano de cargos e salários.Em Curitiba, pelo menos 500 professores reuniram-se pela manhã na Praça Santos Andrade e foram em passeata até o Centro Cívico, reunindo-se depois com deputados estaduais. Em Londrina também houve manifestação no centro da cidade.

Agencia Estado,

23 de março de 2004 | 19h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.