Fuvest vai identificar escola do candidato

A Fuvest vai, pela primeira vez, identificar a escola em que estudaram os candidatos ao vestibular mais concorrido do País. A intenção é a de produzir um banco de dados para deixar claros os problemas e os acertos do ensino em cada uma delas.?Não queremos fazer ranking?, diz o coordenador do vestibular da Fuvest, Roberto Costa. Segundo ele, as informações só serão repassadas para as escolas, que deverão se comprometer ? com pena de multa de R$ 10 mil ? a não divulgar externamente o desempenho de seus estudantes.Guia e catálogo de escolasO kit do vestibular 2005 trará, além do manual do candidato, o guia de profissões da Universidade de São Paulo (USP) e um catálogo com o código das escolas de ensino médio do Estado. A escola em que o vestibulando estudou deve ser identificada na ficha de inscrição por meio deste código.?Poderemos fazer estudos comparativos, a pedido da escola, da sua situação em comparação com outras?, explica Costa. A entidade também se propõe a analisar, gratuitamente, o desempenho de seus alunos em cada uma das disciplinas do exame.Direito de saber?O único problema é não dar essa informação para a sociedade. As escolas são caras, os pais têm o direito de saber quais delas são eficientes?, diz o diretor do Colégio Bandeirantes, Mauro Aguiar.?O trabalho não é só do colégio. Muitos alunos fazem cursinho no último ano do ensino médio?, diz o coordenador do Objetivo, Antonio Mario Salles. A Fuvest não deu códigos para cursos preparatórios.Salles também acredita que será difícil a não divulgação desses dados pela escola, mesmo com pena de multa. O representante do Etapa, Carlos Eduardo Bindi, sugeriu que fossem cruzados os dados das escolas com o questionário socioeconômico, em que os alunos respondem se freqüentaram cursinhos ou não.A diretoria da Fuvest prometeu reavaliar o processo no ano que vem.A partir de 2.ª feiraO kit do Vestibular 2005 da Fuvest começa a ser vendido segunda-feira, por R$ 7, em agências do Banespa. O aluno ainda deve pagar a taxa de inscrição de R$ 93 ? cerca de 20% mais cara que no ano passado ? até o dia 15 de setembro. A entrega da ficha de inscrição será nos dias 11 e 19 de setembro.Este ano, diferentemente dos demais, os candidatos receberão um cartão de convocação em casa, com a informação do local onde farão a prova.A Fuvest oferece para o ano que vem 9.947 vagas, que incluem os dez cursos do novo campus na zona leste da capital, previsto para ser inaugurado em fevereiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.