WERTHER SANTANA/ESTADÃO
WERTHER SANTANA/ESTADÃO

Fuvest divulga lista de aprovados no vestibular da USP

Foram ofertadas 8.362 vagas; alunos devem realizar matrícula virtual e presencial

Isabela Palhares, O Estado de S. Paulo

24 de janeiro de 2019 | 10h07

SÃO PAULO - A lista de aprovados no vestibular da Universidade de São Paulo (USP) foi divulgada às 10 horas desta quinta-feira, 24, pela Fundação Universitária para o Vestibular (Fuvest). Foram ofertadas 8.362 vagas e a lista pode ser acessada aqui.

Aprovada em Direito, Giovanna Bruno, de 19 anos, passou dez minutos no telefone com a mãe, que não conseguia falar por causa das lágrimas. Ela chorava de orgulho da filha.

"Essa conquista é minha e de toda a minha família. Estudei a vida toda em uma fundação de ensino pública e meus pais me apoiaram nesse ano que fiz cursinho. Eles disseram que iriam me apoiar até eu conseguir entrar na USP", conta a estudante.

Os irmãos gêmeos Felipe e Mariana Bagni, de 17 anos, também comemoravam a aprovação. Ele em engenharia da computação  e ela em engenharia elétrica. "Nós estudamos separados, mas sempre ajudando um ao outro. Nossos pais estão muito felizes", diz Felipe.

Matheus Rodrigues, de 21 anos, teve os longos cabelos cortados menos de meia hora depois de saber que havia conseguido a aprovação em Medicina. Ele fez três anos de cursinho. "É a conquista de um sonho, é o dia mais feliz da minha vida. Foram anos muito tensos, mas a recompensa veio agora", disse.

Matrícula

Os candidatos aprovados devem realizar a matrícula virtual e presencial, segundo a Fuvest. A Pró-Reitoria de Graduação da USP elaborou vídeos explicativos sobre a etapa virtual.  A primeira chamada para a matrícula virtual será realizada nos dias 28 e 29 de janeiro.

Além da lista divulgada nesta quinta, outras quatro convocações serão liberadas entre os dias 1º e 22 de fevereiro.  A etapa presencial das matrículas vai ocorrer nos dias 27 e 28 de fevereiro.

Prova

Mais de 117 mil candidatos participaram da primeira fase do processo seletivo. Entre os candidatos, as questões de Exatas foram consideradas as mais difíceis. Para coordenadores de cursos pré-vestibular, a prova foi atual e exigiu mais interpretação de texto do que em edições anteriores.

Na segunda fase, a prova foi considerada também exigente e trabalhosa. A novidade desta edição foi a redução de três para dois dias nesta etapa. Os alunos elogiaram a redução da maratona de exames, mas reclamaram da falta de tempo para resolver todas as questões. De acordo com a Fuvest, 32.178 candidatos passaram para a segunda fase.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.