Felipe Rau/AE-27/11/2011
Felipe Rau/AE-27/11/2011

Fuvest analisa possíveis problemas em 3 questões da primeira fase

Após dúvidas, organização do exame convocou as bancas de matemática, química e língua portuguesa

Carlos Lordelo, Estadão.edu

28 Novembro 2011 | 21h27

SÃO PAULO - A Fuvest está analisando possíveis problemas em três questões da prova de primeira fase, aplicada no domingo, 27. A organização do exame convocou as bancas de matemática, química e língua portuguesa para verificar supostas falhas na formulação de enunciados ou no gabarito oficial. Os pareceres ainda não têm previsão de divulgação. No ano passado, a fundação anulou um teste.

 

Professores de matemática em cursinhos afirmam que a questão 62 da prova V não tem resposta. Trata-se de um teste de álgebra envolvendo o conceito de progressão aritmética e cujo plano de fundo é geometria.

 

"A pergunta fala de um polígono convexo com ângulo de 180.º, o que não existe", diz o professor de matemática do Anglo, Glenn Van Amson.

 

Na correção comentada feita pelo Etapa, o cursinho afirma que o enunciado do teste 62 é "inconsistente". Para o Objetivo, o polígono que a questão descreve não poderia ser convexo nem ter seis lados.

 

"Algebricamente existem tais ângulos mas sua medidas não permitem a construção de tal figura", dizem professores do Cursinho da Poli.

Procurada, a Fuvest não soube informar quais testes de química e língua portuguesa estão sendo contestados.

Mais conteúdo sobre:
FuvestVestibular

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.