Fundeb prevê aumento de 100% no gasto com aluno

O Ministério da Educação quer elevar em quase 100% o investimento mínimo que Estados e municípios são obrigados hoje a fazer por cada aluno matriculado no ensino fundamental. Em vez de gastarem R$ 462 por aluno da 1.ª a 4.ª séries e R$ 485,10 por aluno da 5.ª a 8.ª séries, os governos deverão destinar R$ 850. O novo valor consta da proposta de emenda constitucional que cria o Fundo Nacional do Ensino Básico (Fundeb). O texto foi elaborado por uma equipe interministerial coordenada pelo MEC e entregue na segunda-feira ao Ministério da Casa Civil.O governo quer que Fundeb ocupe o lugar do atual fundo nacional do ensino fundamental (Fundef) - criado durante a gestão do ex-ministro Paulo Renato Souza - e passe a abranger também a educação infantil e o médio. O valor mínimo para cada criança matriculada em creches da rede pública será, pelo projeto, de R$ 1.105. As informações sobre proposta foram ao ar nesta quarta-feira na página do MEC na internet por um engano, segundo uma das assessoras do ministério, que disse que os dados só deverão ser divulgados pela Casa Civil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.