Funcionários de universidades fazem protesto em São Paulo

Cerca de 300 grevistas se reuniram e interditaram rua em região central da capital paulista

Priscila Trindade, do estadão.com.br

18 de maio de 2010 | 16h07

SÃO PAULO - Cerca de 300 funcionários em greve da Universidade de São Paulo (USP), Universidade Estadual Paulista (Unesp) e da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) protestam na tarde desta terça-feira, 18, na Bela Vista, região central de São Paulo.  

 

Veja também:

linkTermina sem consenso reunião para negociar fim da greve na USP

linkFuncionários da Unicamp decidem entrar em greve

Segundo a Polícia Militar, o grupo se reuniu às 14h em frente à sede do Conselho de Reitores das Universidades Estaduais Paulistas (Cruesp), onde é realizada uma reunião entre o Conselho e o Fórum das Seis, que representa os profissionais das universidades. A manifestação é pacífica.

A rua Itapeva, onde acontece o protesto, está totalmente interditada, de acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET).

 

A categoria pede 6% de reajuste, para se equiparar ao que já foi dado aos professores da USP, aumento salarial de 16% e mais R$ 200 incorporados ao salário-base.

Mais conteúdo sobre:
SPuniversidadesgreveprotesto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.