Franco perde título ´honoris causa´ na Espanha

O ditador espanhol Francisco Franco não é mais doutor "honoris causa" da Universidade de Santiago de Compostela, na Espanha. Na sexta-feira, o reitor Senén Barro informou que o título concedido ao ditador em 1965 foi retirado porque Franco "não tinha os méritos acadêmicos suficientes". A informação é da agência de notícias Lusa. Em comunicado, a universidade afirma que Francisco Franco Bahamonde "não reúne os méritos científicos nem pessoais para ostentar esta honra e, em conseqüência, o seu nome é retirado da lista de ilustres ´honoris causa´ desta Universidade bem como do livro de honras".É a primeira vez que a universidade toma uma decisão deste tipo. O reitor disse ainda que pediu às Universidades de Coimbra e Salamanca para que tomem uma decisão no mesmo sentido.Entre os homenageados com o título da universidade estão o presidente Luis Inácio Lula da Silva e os ex-presidentes de Portugal, Mário Soares, e do Uruguai, Júlio María Singuineti.Franco e a Guerra CivilO general espanhol Francisco Franco foi o líder do golpe militar de 18 de julho de 1936 que deu início à Guerra Civil espanhola (1936-39), acontecimento mais dramático e traumático que ocorreu antes da eclosão da Segunda Guerra Mundial. Nela estiveram presentes, em aberto enfrentamento, todos os elementos ideológicos, políticos e militares que marcaram o século XX. Nos meses seguintes, converteu-se numa guerra generalizada e sem quartel entre as forças da direita nacional-falangista e a coligação da esquerda espanhola, terminando por envolver as potências nazi-fascistas e o comunismo soviético, causando um violento banho de sangue que marcou para sempre a Espanha do século XX.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.