VANESSA S. MARINE
VANESSA S. MARINE

‘Fiz meu TCC sobre memes’, diz jovem formada em Direito

Maria Eugênia Lacerda cursou Direito na FGV-SP e é especialista em Direito Digital

O Estado de S.Paulo

14 Agosto 2018 | 03h00

“Minha mãe é publicitária e por muito tempo trabalhou em agências voltadas para a internet. Então, esse ambiente descontraído, criativo e inovador sempre me atraiu. Além disso, gosto de escrever, já publiquei histórias online e tinha vontade de entender como a propriedade intelectual e a internet se relacionavam. Por isso, não digo que sempre soube que trabalharia com Direito e Tecnologia, mas ir para essa área foi natural.

No meu segundo semestre de Direito na FGV (Fundação Getulio Vargas), conheci o professor Alexandre Pacheco e entrei no Laboratório de Empresas Nascentes em Tecnologia, do qual fiz parte por dois anos. Nele, estudávamos de forma prática aspectos jurídicos relacionados a startups, atendendo clientes do mercado e conhecendo de perto suas demandas. Foi meu primeiro contato com empreendedores, contratos de investimento, aceleradoras... E aqueles termos de uso que todo mundo ‘lê’ e ‘aceita’.

Participei de uma competição internacional chamada Price Media Law Moot Court, organizada pela Universidade de Oxford, onde minha equipe debateu um caso fictício de discurso de ódio na internet com outras faculdades. Também fiz parte de uma clínica de privacidade de dados na FGV, em que estudamos questões relacionadas a dados pessoais no mercado financeiro e tivemos a Cetip como parceira. Cursei eletivas de Venture Capital, Novas Tecnologias e Propriedade Intelectual na Economia Globalizada, mas, na minha opinião, a de Automação de Documentos Jurídicos foi a mais interessante porque aprendi a programar.

Para acabar com o preconceito absurdo de que Direito é sempre chato - minha graduação é prova de que não é -, fiz meu TCC sobre memes da internet e propriedade intelectual. Como sempre gostei muito de relacionar tecnologia com Direito, foi bacana concluir a faculdade fazendo justamente isso. Comecei a estagiar no 4.º ano com Direito e Internet no TozziniFreire, escritório onde permaneci e fui efetivada. Pretendo continuar atuando como advogada, fazer pós-graduação, mestrado, e nunca parar de estudar.”  /DEPOIMENTO A GUILHERME GUERRA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.