Fila para inscrição do ProUni na Unip gera confusão em SP

A Unip oferece 4.500 vagas do ProUni na Grande São Paulo, e diz que cerca de 3.550 pessoas foram atendidas

Alexandre Gonçalves, de O Estado de S. Paulo,

29 de janeiro de 2009 | 16h55

Alunos da Universidade Paulista (Unip) convocados para entregar a documentação exigida pelo Programa Universidade para Todos (ProUni), do governo federal, passaram a madrugada desta quinta-feira, 29, na fila. A Unip centralizou o cadastramento das bolsas dos 11 campi da Grande São Paulo na unidade Indianópolis, zona sul da capital.   Quem chegou depois das 5 horas da manhã, não conseguiu senha para ser atendido e foi convidado a voltar no dia seguinte. Houve confusão e a polícia militar foi chamada. A sexta-feira, 30, é o último dia para a inscrição. A previsão é atender até 230 pessoas que resolveram entregar a documentação na data final. Também serão distribuídas outras 250 senhas para quem ficou devendo algum papel.   Segundo o vice-reitor de planejamento, administração e finanças, Fábio Romeu de Carvalho, a Unip oferece 4.500 vagas do ProUni na Grande São Paulo, e cerca de 3.550 pessoas foram atendidas até a quarta-feira.   Os alunos reclamam da burocracia e dizem que são exigidos mais papéis do que os previamente estabelecidos. Um conjunto de instruções distribuído aos estudantes estabelece que "quaisquer outros documentos que o coordenador ou representante do ProUni eventualmente julgar necessários" poderão ser "solicitados no ato da entrevista".

Tudo o que sabemos sobre:
unipprouni

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.