Fies abre as inscrições para cadastramento no fim deste mês

O Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies), do MEC, destina-se a estudantes matriculados em cursos de graduação em instituições de ensino superior não gratuitas. Para conseguir o financiamento, que cobre até 70% da mensalidade do curso, o candidato deve se cadastrar no programa e ter conceito positivo nos processos de avaliação realizados pelo MEC. A instituição na qual ele pretende estudar também deve ser cadastrada no Fies. O próximo processo seletivo tem início no dia 30, quando começa a correr o prazo para que as instituições interessadas assinem sua adesão ao Fies.As instituições interessadas devem enrtar em contato pelos sites http://www.mec.gov.br ou http://www.caixa.gov.br. Elas têm até 11 de julho para fazer isso. Os estudantes que quiserem o financiamento devem inscrever-se pela internet, entre 21 de julho e 22 de agosto.Alunos que já tenham sido atendidos pelo Programa de Crédito Educativo (Creduc), criado em 1992, ou que já tenham sido beneficiados pelo próprio Fies não podem concorrer. Quem preenche os requisitos iniciais passa por um processo seletivo, desenvolvido e operado pela Caixa Econômica Federal. Basicamente, são analisadas as condições financeiras do candidato ao empréstimo e de sua família. O Fies procura contemplar os estudantes mais carentes.EtapasSegundo a Assessoria de Imprensa do MEC, desde a criação do programa até hoje foram beneficiados 218.913 estudantes de graduação em todo o País. Os contratos prevêem que o financiamento seja quitado pelo estudante em três etapas.A primeira ocorre ainda durante o curso, quando o aluno deve pagar trimestralmente até R$ 50,00, que serão depois deduzidos do saldo devedor. Já a segunda começa logo após a conclusão do curso e dura um ano. Nesse período, o aluno gasta mensalmente o equivalente aos 30% não financiados da mensalidade escolar, ou seja, paga para o Fies o mesmo valor que vinha destinando à faculdade que cursava.Ao fim desse primeiro ano, é calculado o saldo devedor do estudante. O financiamento é feito com juros de 9% e o prazo de pagamento vai até uma vez e meia o de utilização (o período em que o Fies desembolsou os pagamentos para a instituição de ensino).Entre os que optaram pelo Fies para pagar a faculdade está Andréia Cavalcanti Santos, de 22 anos, estudante do 3.º ano de Pedagogia das Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU). A mensalidade de seu curso é de R$ 474,00, mas ela só desembolsa R$ 189,00. O restante vem do Fies. ?Se não fosse com esse financiamento, não conseguiria fazer o curso?, diz. ?O que ganho como estagiária numa creche do Estado não daria para pagar a faculdade.?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.