Divulgação
Divulgação

FIA abre inscrições para turma do MBA Analytics e Big Data

Vagas são limitadas a 30 alunos e processo seletivo envolve entrevista e análise curricular; curso tem duração de 18 meses

O Estado de S. Paulo

10 Fevereiro 2015 | 17h37

A Fundação Instituto de Administração (FIA) está com as inscrições abertas para o MBA Analytics em Big Data, voltado para profissionais das áreas de computação, tecnologia da informação, métricas e estatísticas em internet, analistas de mídias sociais, publicitários, gestores de marketing, e-commerce e áreas afins. O curso é credenciado pela The Association of MBAs (Amba), de Londres.

A seleção, que inclui análise de currículos e entrevista, vai até 1º de março, um dia antes do início da turma. Inteiramente presencial, o curso terá aulas duas vezes por semana, às segundas e às sextas-feiras, de quatro horas cada, na unidade do Butantã. Com carga horária de 600 horas, o MBA tem extensão de 18 meses. Apenas 30 vagas estão disponíveis.

O investimento médio para quem quiser se aprofundar em big data na FIA é de R$ 36 mil. A matrícula custa R$ 2 mil e o curso é divido em 20 parcelas de R$ 1.926, que podem ser negociadas com a administração da fundação. 

Entre as disciplinas previstas na grade curricular estão fundamentos de macro e microeconomia, gestão estratégica e de pessoas, conceitos de marketing, metodologias de pesquisa e, é claro, técnicas para trabalhar com big data e analytics, envolvendo estatísticas, ferramentas e tecnologias, programação e outros fundamentos para quem quer e precisa fazer melhor uso desses equipamentos.

A promessa é formar o aluno para extrair dados e informações de bancos de dados não estruturados em tempo real com eficiência, ampliando a assertividade e rapidaz em tomadas de decisões e análises. 

A FIA do Butantã fica na Rua José Alves Cunha Lima, 172, em São Paulo. As inscrições para o processo seletivo podem ser feitas pela internet, no site. Para conferir a grade completa do MBA, acesse o pdf. 

Mais conteúdo sobre:
MBA big data

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.