Fernandinho Beira-Mar faz Enem em presídio de segurança máxima

De acordo com o Ministério da Justiça, a prova ocorreu com tranquilidade dentro do Presídio Federal de Campo Grande

Paulo Saldaña, Especial para o Estadão.edu

05 Janeiro 2010 | 19h35

O traficante Luis Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, fez na tarde desta terça-feira a primeira prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Ele é um dos 31 detentos da Penitenciária Federal de Segurança Máxima de Campo Grande (MS) inscritos no exame. De acordo com o Ministério da Justiça, a prova ocorreu com tranquilidade dentro da unidade. Após o cancelamento do Enem - depois que o Estado alertou o MEC sobre o seu vazamento -, foi decidido que detentos e internos fariam a prova nos dias 5 e 6 de janeiro, por questão de segurança. Entretanto, um erro impediu que detentos de 14 presídios e internos de 10 unidades da Fundação Casa de São Paulo (ex-Febem) fizessem a prova. Além de Beira-Mar, fizeram o exame no Presídio de Campo Grande o traficante libanês Kaled Omairi - suspeito de integrar o grupo extremista Hezbollah - e Ronaldo Pinto Lima Silva, conhecido como Ronaldinho Tabajara, que teria envolvimento no assassinato de José Roberto do Amaral Lourenço, ex-diretor da penitenciária de Bangu 3.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.