Feira mostra novidades em material escolar para 2004

Fabricantes de cadernos, agendas, canetas, mochilas e outros acessórios escolares trabalham em ritmo acelerado para abastecer os lojistas de todo o País com as novas coleções criadas para o período de volta às aulas em 2004. Os principais lançamentos serão apresentados durante a Feira Internacional de Produtos para Escola, Papelaria, Escritório e Informática (Escolar 2003), de terça (2) a quinta-feira (4) no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo.A expectativa é de que as vendas de artigos de papelaria superem em pelo menos 5% os resultados do ano passado, quando o segmento movimentou R$ 1,19 bilhão, segundo dados da Associação Brasileira da Indústria Gráfica (Abigraf). A feira terá sua maior edição em 17 anos de história, com a participação de 450 empresas.Testar a receptividadePara os fabricantes de cadernos e agendas, um dos segmentos mais fortes do evento, será a oportunidade de mostrar ao lojistas e revendedores as novidades preparadas para o próximo ano e testar a receptividade das novas coleções.A Tilibra mantém em segredo seus lançamentos, mas o vice-presidente da empresa, Vinícius Coube, revela que a estratégia será focada nos produtos diferenciados, com maior valor agregado. Com isso, a fabricante espera aumentar em 15% o faturamento registrado no ano passado, atingindo a marca de R$ 320 milhões em vendas.A empresa vai apresentar lançamentos com marcas próprias, mas também deve reservar espaço especial para os licenciamentos, que já representam 50% da produção anual de 23 mil toneladas de material escolar.Marcas com projetos sociaisA Jandaia também aposta nos licenciamentos, mas com destaque especial para as marcas associadas a entidades e projetos sociais, como Greenpeace, Instituto Brasileiro de Controle do Câncer (IBCC), Ação Criança, Recicle Milhões de Vidas e Projeto Moringa, segundo o diretor de Marketing da empresa, Ivan Duckur Bignardi.A estratégia deve trazer resultados significativos para a empresa, que faturou R$ 75 milhões em 2002 e espera fechar este ano com R$ 100 milhões, mantendo a atual produção de 20 mil toneladas por ano.Fórum de lançamentosA Escolar 2003 também terá a participação de fabricantes de artigos de escritório, papelaria e até representantes da área de licenciamento, como a empresa Maurício de Souza Produções, que terá um estande próprio para mostrar as novidades nos diversos segmentos.Além disso, o evento contará com o Fórum de Lançamentos, o Centro de Treinamento Operacional e o Espaço Didático Brasil Escolar, área semelhante a uma loja, onde os visitantes poderão fazer compras a varejo. A entrada na feira é restrita aos profissionais do setor. Informações pelo fone 11-4191-8188.

Agencia Estado,

28 de agosto de 2003 | 13h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.