Federais aprovam idéia de "constituinte" para universidades

A proposta de instituir uma ?constituinte? com a participação do governo, das universidades e da sociedade para discutir a educação superior agradou às instituições federais de ensino. "É preciso que todos esses setores opinem participem. Se ficar um debate só na universidade, ficamos presos", disse a presidente da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais do Ensino Superior (Andifes), Wrana Panizzi.Nesse debate, um dos pontos principais a serem equacionados pela reforma universitária será, segundo Wrana, a falta de recursos das federais. Em 2003, o conjunto das 54 instituições fechou no vermelho, com uma dívida superior a R$ 60 milhões.Embora pregue uma autonomia maior das universidades, inclusive na busca alternativa de financiamento, Wrana é contra a cobrança de mensalidades ou taxas de ex-alunos. As idéias foram cogitadas nos estudos que vinham sendo feitos sob a gestão de Cristovam Buarque.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.