Fatecs abrem inscrições para isenção e desconto da taxa do vestibular

Seis mil isenções ficarão abertas de 8 a 19 de setembro

Estadão.edu

06 Setembro 2011 | 18h58

Começam nesta quinta-feira, 8 de setembro, as inscrições para isenção total e para o desconto de 50% da taxa de inscrição para o vestibular das Faculdades de Tecnologia (Fatecs) do Estado de São Paulo para o 1º semestre de 2012. Serão oferecidas seis mil isenções. O período de inscrição termina às 15 horas de 19 de setembro.

Os candidatos podem pleitear os dois benefícios, desde que atendam aos requisitos determinados para esta finalidade. Nesse caso, devem efetuar duas inscrições.

Os interessados deverão preencher o formulário específico, que estará disponível no site http://www.vestibularfatec.com.br/home/. Após o preenchimento do formulário, é preciso guardar o número do protocolo.

De 8 a 19 de setembro, das 13 às 19 horas (somente nos dias úteis), o candidato deverá entregar os documentos comprobatórios em um envelope lacrado, na secretaria da Fatec em que pretende estudar. A lista de documentos está ao fim desta notícia.

No momento da entrega do envelope – no qual deve constar o número do protocolo –, o candidato precisa preencher, assinar e entregar o requerimento de solicitação de isenção/redução da taxa, que será fornecido pela secretaria da Fatec e também estará disponível no site.

A resposta à solicitação será divulgada no dia 3 de outubro, somente pela internet.

 

1. Requisitos para isenção

 

O candidato precisa ter concluído, ou estar concluindo em 2011, o Ensino Médio ou a Educação de Jovens e Adultos - EJA (supletivo) em escolas da rede pública (municipal, estadual ou federal) ou em instituição particular com concessão de bolsa de estudo integral. Além disso, é necessário ter renda familiar bruta mensal máxima de R$ 545 (por pessoa). Se o candidato for independente, sua renda bruta máxima deverá ser nesse mesmo valor. O candidato também deve residir no Estado de São Paulo.

 

Documentos necessários

A - cópia simples do histórico escolar ou de declaração escolar da instituição de ensino, comprovando que cursou integralmente o Ensino Médio em escolas da rede pública. Em caso de ter cursado o Ensino Médio, parcial ou integralmente, em rede particular, com bolsa de estudo integral, é necessário anexar o documento da escola que comprove a situação, identificando o período em que se deu a concessão. O candidato que cursou o equivalente ao Ensino Médio no exterior, totalmente ou em parte, deve apresentar parecer de equivalência de estudos, emitido pela Secretaria Estadual de Educação. Os documentos de língua estrangeira devem estar visados pela autoridade consular brasileira no país de origem e acompanhados da respectiva tradução oficial.

B - Cópia simples do comprovante de rendimento de todos os integrantes que compõem a renda familiar bruta mensal que residam no mesmo endereço do candidato. Os trabalhadores do comércio informal devem fazer uma declaração por escrito, especificando seu rendimento mensal, com assinatura de duas testemunhas que não sejam parentes do candidato ou de quem se está comprovando a renda, com RG e endereço. O candidato que estiver desempregado deve declarar por escrito essa condição, conforme modelo disponível no site, ou anexar xerocópia das folhas de rosto da carteira profissional e da rescisão de contrato ou similar.

C – Cópia simples de comprovante de residência recente ou declaração por escrito da condição de moradia.

 

2. Requisitos para desconto de 50%

É preciso ser estudante regularmente matriculado na 3ª série do Ensino Médio, em curso pré-vestibular ou em curso superior de graduação ou de pós-graduação. O interessado deve, também, ter uma remuneração mensal inferior a dois salários mínimos (R$ 1.090) ou estar desempregado.

Documentos necessários

A – Certidão ou declaração expedida por instituição de ensino, em papel timbrado, assinada e com carimbo do responsável, que comprove sua condição estudantil.

B - Cópia simples do comprovante do rendimento: contracheque (recibo, holerite, etc de algum mês de 2011). Os profissionais liberais ou autônomos devem apresentar cópia do último carnê de pagamento de autonomia ou declaração comprobatória de renda ou outros documentos que demonstrem o rendimento e o tipo de atividade exercida. Quem estiver desempregado deve declarar sua condição por escrito, conforme modelo no site www.vestibularfatec.com.br, ou anexar xerocópia das folhas de rosto da carteira profissional e da rescisão de contrato ou similar.

* Com informações da assessoria do Centro Paula Souza

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.