Fapesp prepara nova bolsa de estágio no exterior

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) lançará no ano que vem um programa de estágio de 12 meses em instituições de pesquisa no exterior. O Programa Novas Fronteiras dará até 20 bolsas anuais.As regras ainda serão definidas, mas a Fapesp informou nesta segunda-feira que serão selecionados pesquisadores em áreas de pesquisa ainda não bem implantadas no Estado. Eles participarão de programas em centros de excelência em outros países para, na volta, contribuir com o avanço destas áreas no Brasil.Os pesquisadores terão de ser doutores com até dez anos de titulação e que tenham forte vínculo empregatício com alguma instituição de pesquisa paulista. As bolsas da Fapesp não cobrirão despesas com cônjuges e filhos dos pesquisadores, mas eles poderão articular outras modalidades de apoio junto a agências e instituições estrangeiras.Ainda não há data definida para a publicação das normas definitivas do programa, segundo a Fapesp.

Agencia Estado,

18 de outubro de 2004 | 10h48

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.