Falha em sistema do Enem foi corrigida, informa MEC

SiSU funciona, mas usuários ainda têm dificuldade para fazer a inscrição

Agência Estado e estadao.com.br

30 Janeiro 2010 | 14h09

A assessoria do Ministério da Educação (MEC) informou hoje (30) que o problema de lentidão verificado desde sexta-feira na página de internet do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), criado para estudantes se candidatarem a uma vaga em universidades federais usando a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), foi "plenamente solucionado". Segundo o MEC, depois de apresentar defeito, um equipamento da rede interna do ministério foi substituído e o serviço está funcionando normalmente desde as 9h30 deste sábado.

 

Dados divulgados pelo MEC informam que a página está registrando uma média de 15 mil inscrições por hora. Até agora, foram contabilizados 85 mil inscritos. O sistema começou a funcionar ontem e deve receber inscrições até o dia 3 de fevereiro.

Ontem, alunos de várias partes do País afirmaram não ter conseguido completar a inscrição para disputar uma das 47,9 mil vagas oferecidas em 51 universidades federais e institutos de tecnologia.

 

Pelo Twitter, a situação é outra. Gerson da Silva, de Manaus, vem tentando acessar o Sistema desde ontem, mas não obteve sucesso. Danilo, de Teixeira de Freitas, na Bahia também não teve sorte: está há mais de duas horas na frente do computador. 

 

Já Rodrigo Vieira, de Curitiba, contou que tem boa conexão mas, mesmo assim, demorou quase uma hora para fazer o cadastro hoje. Mariana Geraldeli, de Barra Bonita, SP, conseguiu completar a inscrição, mas com dificuldade. Valdir Alves, de São Luís, no Maranhão, batalhou 4 horas para finalizar todo o processo.

 

(Atualizada 16h23m)

Mais conteúdo sobre:
Enem, MEC, Sisu, inscrição

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.