Movimento em defesa do Fies/Facebook/Reprodução
Movimento em defesa do Fies/Facebook/Reprodução

Faculdades da zona leste terão protestos contra problemas no Fies nesta terça

Os atos ocorrerão na frente das Faculdades São Judas e Anhembi Morumbi, na Mooca, zona leste, às 12 horas e às 19 horas

Luiz Fernando Toledo e Victor Vieira, O Estado de S. Paulo

17 Março 2015 | 03h00

SÃO PAULO - Dois grupos de estudantes vão protestar nesta terça-feira, 17, em São Paulo contra os problemas do Fies. Os atos ocorrerão na frente das Faculdades São Judas e Anhembi Morumbi, na Mooca, zona leste, às 12 horas e às 19 horas. A ideia é fazer outras manifestações ao longo da semana. 

“Na briga do governo com as faculdades, quem sai mais prejudicado é o estudante, que não sabe se vai terminar o curso”, disse Anderson Silva, de 29 anos, conhecido como Kadu, um dos organizadores. Ele cursa Direito na São Judas. 

Alunos também têm feito filas nas faculdades para regularizar financiamentos. Na semana passada, um grupo pernoitou na frente do Centro Universitário das Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU), na Liberdade, região central. 

No Facebook, uma das maiores mobilizações é a da página “Movimento em defesa do Fies”, que se diz apartidária e teve quase 70 mil curtidas neste ano. Segundo a Associação Brasileira de Estudantes (ABE), à frente da página, há lideranças em ao menos 21 capitais. 

Para Ricardo Holz, da ABE, o sistema unificado de vagas do Fies levará à redução de matrículas. “Foi um jeito bonito de o governo dizer que vai diminuir os investimentos no ensino superior.” A entidade já moveu duas ações contra o Fies. Uma para derrubar a nota de mínima de 450 pontos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e outra por causa das falhas no sistema de cadastro.

Mais conteúdo sobre:
Fies

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.