Exame da OAB terá questões de Filosofia do Direito já na próxima edição

Conteúdo do programa que passará a ser exigido será divulgado posteriormente

Estadão.edu,

30 Maio 2012 | 19h16

A partir de 2013, a primeira fase do exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) terá duas questões sobre os ramos de Ética e Hermenêutica, conteúdos da Filosofia do Direito diretamente relacionados à formação e exercício profissional do advogado. A proposta, encaminhada à Diretoria da entidade, veio de uma comissão formada especialmente para discutir a configuração da prova.

O argumento básico para a mudança, segundo divulgou a Assessoria de Imprensa da Ordem, é que "o mundo atual exige cada vez mais a formação de um advogado que não seja mero repetidor de leis e normas, e sim uma pessoa que saiba interpretar as normas", e também "que possua uma conduta reta e adequada".

Para Sérgio Ricardo Silva, professor de Direitos Humanos do cursinho FMB, a medida é desnecessária. "Grande parte da matéria exigida pelo exame já transita pela Filosofia do Direito", afirma. "Inclui-la na programação só vai onerar o estudo dos candidatos."

O conteúdo do programa que passará a ser exigido será divulgado posteriormente. O número total de perguntas permanece o mesmo. A primeira fase é composta por 80 questões, das quais pelo menos 50% devem ser acertadas para que o candidato passe para a etapa seguinte, que se mantém sem alterações.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.