Ex-aluno doa U$60 milhões a escola nos EUA

A mais antiga escola de negócios dos Estados Unidos, a Thunderbird, vai receber uma doação recorde de U$60 milhões para expandir seus programas pelo mundo. A doação é de um ex-aluno extremamente agradecido, que ganhou até um espaço próprio no nome da escola: ela passa a se chamar Thunderbird, The Garvin School of International Management.Samuel Garvin, formado em 1988 pela escola, é fundador, presidente e CEO da Continental Promotion Group, Inc. (CPG), uma companhia com clientes em 26 países, que ele concebeu enquanto estudava na Thunderbird. Por acreditar que a escola foi essencial no seu sucesso internacional, Garvin - com sua esposa, Rita - decidiu retribuir em dinheiro, tornando-se o mais generoso doador na história da instituição.Ele já era membro do Conselho Diretivo da Thunderbird, Phoenix Country Day School. "Esta doação é só o começo, eu espero, de um programa unificado e generoso de apoio à escola", disse Garvin em comunicado. Segundo o presidente da Thunderbird, Roy Herberger Jr., "a doação dos Garvin também possibilitará atrair estudantes destacados por meio de bolsas de estudo e um currículo desenhado para satisfazer constantes demandas de uma economia global".A Thunderbird é focada na formação de líderes de negócios internacionais e está classificada entre as melhores escolas de negócios do mundo pelo Financial Times, U.S.News & World Report, Wall Street Journal e Business Week. Cerca de 35 mil executivos em 138 países se formaram na Thunderbird desde 1946.

Agencia Estado,

08 de março de 2004 | 16h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.