Reprodução
Reprodução

Ex-aluno do ITA lança plataforma voltada a vestibulandos

Aprendizado Coletivo reúne videoaulas e banco de questões de vestibulares de todo o País

Estadão.edu,

27 Fevereiro 2013 | 19h23

Já pensou em ter uma rede social da qual participam todos os seus colegas de classe e professores? Quão bom seria poder tirar dúvidas daqueles exercícios de matemática dificílimos justo na véspera de um exame? Foi pensando nisso que o engenheiro Diego Dias, de 29 anos, lançou a plataforma virtual Aprendizado Coletivo. Além de interações sociais, o site reúne mais mil videoaulas e exercícios de vestibulares de universidades de todo o País, o que possibilita, por exemplo, a realização de simulados online.

Formado em Engenharia da Computação pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), Diego deixou a empresa da qual era cofundador para criar a plataforma. "Queria aproveitar a experiência que tive ao longo da vida com educação e ajudar outras pessoas", diz. Depois de pesquisar possíveis formatos, o engenheiro chegou ao modelo hoje em funcionamento. "Temos uma série de plataformas de educação muito boas hoje pela internet. Nossa ideia é justamente selecionar o que há de melhor, organizar esse conteúdo e torná-lo disponível aos estudantes."

O material, de acesso livre e gratuito, é produzido por escolas e empresas parceiras. Atualmente, os sites o kuadro, Polinize e Vestibulandia estão entre os principais colaboradores.

Tal como os estudantes, as instituições de ensino podem também participar gratuitamente, utilizando o banco de questões do Aprendizado Coletivo. Se conveniadas, no entanto, elas podem produzir materiais restritos a seus alunos e contar com uma rede social particular. "No caso de alunos mais introvertidos, que têm receio de se manifestar em aula, a rede pode funcionar como ótima ferramenta de comunicação", diz Diego. O engenheiro destaca ainda a possibilidade de uma avaliação mais precisa do domínio de conhecimentos de cada aluno, uma vez que o site possibilita o trabalho com dados estatísticos a partir do desempenho individual.

Entre os colégios já conveniados está o Elite Vale do Aço, de Ipatinga, Minas Gerais. A instituição teve a maior média do Enem no Estado e a segunda melhor no ranking nacional. Desde a última segunda-feira, 25, a escola pode utilizar o site para gerar e distribuir seus simulados, com a vantagem da geração rápida de resultados, a reutilização de questões e o feedback quase instantâneo para seus alunos. Isto porque, além de terem acesso a sua pontuação logo ao final do exame, os estudantes podem também interagir com colegas e professores e comentar as questões após o término da avaliação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.