Estudo relax

Na reta final dos vestibulares, deixe livros de lado e aprenda com filmes indicados por professores

Diana Dantas, Especial para O Estado de S. Paulo

27 Outubro 2009 | 00h37

Professores consultados pelo Estadão.edu indicam filmes para alunos relaxarem um pouco alguns dias antes das provas. Yeso Osawa Ribeiro, do curso Positivo de Curitiba; Ricardo Russo, do curso Objetivo de Florianópolis e Renan Garcia Miranda, do curso Anglo de São Paulo escolhem títulos que têm como pano de fundo conflitos históricos, para que os estudantesaprender enquanto se divertem.   Uma Verdade Inconveniente, de Davis Guggenheim (2006, 94 min) O documentário é um alerta sobre os riscos do aquecimento global. Baseado em palestras do ex-vice-presidente americano Al Gore,o filme traz dados alarmantes sobre devastação e imagens chocantes. Foi premiado com dois Oscars em 2007, ano em que Gore ganhou o Prêmio Nobel da Paz pela sua militância ambiental.   Hotel Ruanda, de Terry George (2004, 121 min) Conta a história real do gerente de hotel Paul Rusesabagina (vivido pelo americano Don Cheadle), que arriscou a vida para tirar do país mais de 1.200 pessoas durante a guerra civil em Ruanda, em 1994. O conflito entre as etnias rivais tutsi e hutu levou a um genocídio sangrento e à fuga de 1,7 milhão de moradores para países vizinhos.   Adeus, Lênin, de Wolfgang Becker (2003, 121 min) Com humor refinado, mostra a difícil transição do socialismo para o capitalismo na Alemanha Oriental, no fim da década de 90. Após a queda do Muro de Berlim, Alex Kerner (Daniel Brühl) se desdobra para poupar a mãe, saída de um coma, do choque de descobrir quanto o mundo ao qual estava acostumada tinha mudado.   A Casa dos Espíritos, de Bille August (1993, 150 min) Baseado no romance de Isabel Allende, mostra a saga do clã Truebano na época em que militares tomaram o poder no Chile – o golpe de 1973 depôs Salvador Allende, tio da escritora. Conta a história de Esteban, que saiu da pobreza para virar um patriarca conservador, em eterna disputa com o namorado revolucionário da filha.

Mais conteúdo sobre:
pontoedu educação vestibular dicas filmes

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.