Estudantes se mobilizam e promovem 'Primavera Mexicana'

É a primeira vez que os estudantes se mobilizam no México desde 1968

ANSA,

01 Junho 2012 | 20h07

CIDADE DO MÉXICO - Pela primeira vez desde 1968, os estudantes mexicanos voltaram a se mobilizar, promovendo um movimento chamado "Yo soy 132" (Eu sou 132, na tradução livre), inspirado na Primavera Árabe.

Dirigentes estudantis definiram a "Primavera Mexicana" como o ambiente "em que os jovens florescem e espalham suas ideias como pólen, e onde os corações se incendeiam, as mentes se abrem e se fazem tangíveis as ilusões".

Apesar dos estudantes se definirem como "apartidários", em uma recente assembleia, eles se declararam contrários ao candidato à Presidência pelo Partido Revolucionário Institucional (PRI), Enrique Peña Nieto, favorito nas eleições.

"O Movimento 132 vai contra a imposição midiática de qualquer candidato", indicou o primeiro pronunciamento estudantil dedicado à divulgar a postura política do grupo. Os estudantes também se disseram contra "um processo eleitoral contaminado que pretende restaurar o velho regime".

Mais conteúdo sobre:
Méximo eleições estudantes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.